sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

AMOR-CRESCIDO (Portulaca pillosa) contra as diarréias

AMOR-CRESCIDO (Portulaca pillosa) contra as diarréias

46 AMOR-CRESCIDO (Portulaca pillosa)
Família:, Portulacáceas.
Características: Planta herbácea.
Tipo de alecrim.
Valor terapêutico: Emprega-se contra as diarréias e disenterias.

AMOR DOS-HOMENS (Chaptalia tomentosa)

47 AMOR DOS-HOMENS (Chaptalia tomentosa)
Família: Compostas.
Sinonímia: Língua-de-vaca, dente-de-leão.
Características: Planta herbácea.
Folhas e pedúnculos tomento-sos.
Flor terminal, cujos aquênios, quando secos, formam um globo sedoso, que voa ao menor sopro.
Floresce em dezembro.
Valor terapêutico: O decocto das folhas é usado para lavar úlceras e tumores linfáticos.
Aquecidas e aplicadas às têmporas, as folhas aliviam a cefalalgia e convidam o sono.


AMOR-PERFEITO (Viola tricolor, Viola arvensis)

48 AMOR-PERFEITO (Viola tricolor, Viola arvensis)
Família: Violáceas.
Sinonímia: Flor-da-trindade, violeta-de-três-cores, violeta tricolor, amor-perfeito-bravo.
Características: Planta glabra ou aveludada, dum verde-amarelo-pàlido.
Haste ramosa, especialmente na base, difusa, mais ou menos erecta, angulosa, triangular, tenra, fistulosa, lisa.
Folhas alternas, de pecíolo triangular, algo canaliculado superiormente, ovais, obtusas,
crenadas.
Flores solitárias, inclinadas sobre longos pedúnculos axila-res.
Apresentam diversas cores: amarelo, violeta, róseo, etc.
Habitat: Cultivado nos jardins.
Valor terapêutico: É um vegetal de bom efeito como depurativo e peitoral.
É indicado nas afecções cutâneas: erupções miliares, eczema, herpes, impetigem, manifestações escrofulosas, etc.
Para estes fins, toma-se chá e reforça-se a ação interna, fazendo-se loções ou aplicando-se compressas.
Emprega-se também o amor-perfeito, com sucesso, contra o reumatismo, especialmente contra o reumatismo articular, aumentando-se um pouco a dose.
Partes usadas: Folhas e flores.
Dose: Folhas, 20 gramas; flores, 10 gramas em 1 litro de água; 3 a 4 xícaras por dia.





AMORES-DO-CAMPO (Desmodium axillare)

49 AMORES-DO-CAMPO (Desmodium axillare)
Família: Leguminosas.
Sinonímia: Mandubirana, mindubirana, mundurana, barba-de-boi, carrapicho, desmódio.
Características: Planta herbácea.
Haste ramosa, pubescente.
Folhas pinadas, trifoliadas, alternas.
Folíolos alongados, obtusos, aveludados no dorso.
Flores nas axilas dos folíolos.
Fruto oval, que se prende ao pêlo dos animais.
Valor terapêutico: O decocto da haste e das folhas, em banhos, tem aplicação contra a leucorrêia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário