quinta-feira, 11 de junho de 2015

CAROBA para combater as afecções cutâneas

CAROBA para combater as afecções cutâneas

270 CAROBA (Jacaranda brasiliana, Jacaranda procera, Bignonia brasiliana, Hordelestris syphilitica, Bignonia copaia)
Família: Bignoniáceas.
Sinonímia: Caraúba, jacarandá-preto, jacarandá-caroba, carobinha, barbatimão.
Características: Arbusto trepador.
Folhas opostas bipenadas, em palmas oblongas, folíolos ovais, oblongos, de cor verde-escura por cima e verde-clara por baixo, e de gosto muito amargo.
Fruto em cápsula bivalvar. A raiz é roxo-escura por fora e branco-amarelada por dentro, também de gosto muito amargo.
Valor terapêutico:
O chá das folhas é usado para combater as afecções cutâneas, as boubas, as escrófulas, o reumatismo, a sífilis.
O mesmo chá, tomado de duas em duas horas, dá bom resultado no combate à disenteria amebiana.
O chá tem, além disso, ação fortemente diurética.
O decocto das folhas serve também para lavar feridas e para fazer gargarejos.
As folhas secas, reduzidas a pó, aplicam-se sobre úlceras.
Com a casca da raiz prepara-se um chá de ação sudorífica.
Ver dissertações sobre carobinha-do-campo.
Partes usadas: Casca da raiz e folhas.
Dose: 20 gramas para 1 litro de água; 4 a 5 xícaras por dia.


CAROBA-DA-MIÚDA (Hordelestris undulata)

271 CAROBA-DA-MIÚDA (Hordelestris undulata)
Família: Bignoniáceas.
Sinonímia: Casco-de-cavalo.
Características: Arbusto.
Valor terapêutico: Tem propriedades antissifilíticas.


CAROBA-DE-FLOR-VERDE (Cybistax antisyphilitica, Bignonia antisyphilitica

272 CAROBA-DE-FLOR-VERDE (Cybistax antisyphilitica, Bignonia antisyphilitica, Bignonia quinquefolia)
Família: Bignoniáceas.
Sinonímia: Caroba-do-campo, cinco-folhas, cinco-chagas, ipê-branco, ipê-de-flor-verde, ipê-mirim, ipê-pardo, jacarandá.
Características: Árvore alta.
Madeira branca.
Flores verde-pálidas.
Habitat: Muito comum no Brasil.
Valor terapêutico: Recomenda-se contra a sífilis, a bouba (piã), a disuria,
a hidropisia.
Partes usadas: Folhas, brotos, casca, raiz, em decocção ou infusão.




Nenhum comentário:

Postar um comentário