quarta-feira, 16 de março de 2016

LOURO (Laurus nobilis) Nos casos de anúria

LOURO (Laurus nobilis) Nos casos de anúria

635 LOURO (Laurus nobilis)
Família: Lauráceas.

Sinonímia: Louro comum, loureiro-de-presunto, loureiro-de-apolo,
loureiro-dos-poetas.
Características: Árvore de tronco liso.
Folhas semelhantes às da laranjeira, ou seja pecioladas, ovóides, lanceoladas,
agudas, glabras.
Usam-se as folhas, nas comidas, como condimento.
Valor terapêutico:
Nos casos de anúria, aplica-se sobre a bexiga uma cataplasma quente, preparada com 30 gramas de frutos do loureiro, 15 gramas de bagas de zimbro, 3 cabeças de alho, tudo bem machucado, juntando-se ainda um punhado de farelo.
Para combater a amenorréia, empregam-se 3 gotas de suco das folhas diluído em uma xícara de água.
Como remédio contra a dispepsia, prepara-se um chá com as folhas (20:1000).
Tomam-se três xícaras por dia.
Na nevralgia, fazem-se fricções, com o azeite extraído das folhas, sobre as partes doloridas.
Para o reumatismo vale a mesma indicação que para a "nevralgia".
Úlceras se curam amassando os frutos do loureiro, que se misturam com mel e se aplicam topiCamente.
Partes usadas: Folhas e frutos.



LOURO-BRANCO (Ocotea guianensis)

636 LOURO-BRANCO (Ocotea guianensis)
Família: Lauráceas.
Sinonímia: Louro-das-guianas, louro-tamanco, louro-tamancão, ta-manqueira, umarirana, cumarirana, cujumarirana, cuiumarirana, cuju-mari-mirim.
Outro idioma: Cedre rose, Cedre à feuille d'argerrte (Guiana Francesa).
Características: Árvore grande.
Folhas notáveis pela alvura da face inferior, coberta de pêlos curtos e sedosos.
Flores pequeninas, aromáticas.
Habitat: Na mata de terra firme.
Valor terapêutico: As folhas e a casca são resolutivas:
aplicam-se sobre abscessos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário