sexta-feira, 18 de março de 2016

LOURO-PRETO A casca é diurética e emenagoga.

LOURO-PRETO A casca é diurética e emenagoga.

638 LOURO-PRETO (Nectandra mollis, Nectandra amara, Nectandra amara australis, Laurus atra)
Família: Lauráceas.
Sinonímia: Canela-preta, canela-preta-verdadeira, canela-inhaíba, canela-massapé, canela-prego, inhaíba, louro-de-casca-preta, pó-de-santana.
Características: Árvore muito copada, medindo até uns 16 metros de altura.
Madeira amarelo-pardacenta, com grandes manchas escuras.
Folhas coriáceas, viradas nas bordas, empubescidas na face inferior, e ligeiramente aureoladas.
Inflorescência axilar e terminal, em panículas corimbiformes.
Flores esbranquiçadas e assaz cheirosas.
Fruto capsular.
Valor terapêutico: A casca é diurética e emenagoga.
Usa-se para várias enfermidades: azia, atonia e catarros intestinais, diarréias, disenteria, várias moléstias do estômago, enterite catarral e crônica, fla-tulências, irritação gastro-intestinal, lienteria.
Para estes fins emprega-se a casca em infusão (20:1000).
O pó da casca "pó-de-santana" é conhecido pelos roceiros como bom remédio para a dispepsia atônica e as diarréias crônicas.
Parte usada: Casca em pó.
Dose: Meia colher das de chá, em água, três vezes ao dia.




Nenhum comentário:

Postar um comentário