quarta-feira, 12 de outubro de 2016

SUMAÚMA-DA-VÁRZEA na diarréia

SUMAÚMA-DA-VÁRZEA na diarréia

917 SUMAÚMA-DA-VÁRZEA (Ceiba pentandra, eriodendron anfrac-tuosum)
Família: Bombàceas.
Sinonímia: Samaúma, sumaúma.
Outros idiomas: Maho coton, Fromager, Kapokier (Guiana Francesa), Kapok-tree (Inglaterra).
Características: Árvore muito grande.
Madeira branca, muito leve.
Enormes sapopemas.
Sementes pequenas, oleaginosas, envoltas em paina alva ou pardacenta (o kapok empregado na confecção de salva-vidas). Dão um óleo amarelo-claro, comestível, que serve para a iluminação.
Habitat: Nas florestas inundadas ou pantanosas da várzea, e, bem assim, na terra firme, alta, argilosa.
Valor terapêutico:
A casca, em decocção, é útil na diarréia e na disenteria; é diurética;
é empregada contra a ascite e a anasarca.




Nenhum comentário:

Postar um comentário