quinta-feira, 24 de novembro de 2016

ULMÁRIA (Spiraea ulmaria) afecções dos rins e da bexiga

ULMÁRIA (Spiraea ulmaria) afecções dos rins e da bexiga

979 ULMÁRIA (Spiraea ulmaria)
Família: Rosâceas.
Sinonímia: Ulmeira, olmeira, erva-olmeira, rainha-dos-prados, bar-ba-de-bode.
(Há diversas plantas chamadas barba-de-bode).
Características: Planta herbácea, de 60 cm a 1 metro, ou talvez mais, de altura.
Folhas alternas, compostas imparipenadas.
Folíolos desiguais, irregularmente serreados, brancos na face inferior; o terminal é recortado em lobos.
Flores brancas, pequenas, dispostas em ci-meiras. O fruto é notável pela torsão, em espiral, dos seus carpelos.
Valor terapêutico:
É indicada nas afecções dos rins e da bexiga, nas febres, nas hemorróidas.
O decocto da raiz é diurético.
Parte usada: Toda a planta.
Dose: 20 gramas para 1 litro de água; 4 a 5 xícaras por dia.





Nenhum comentário:

Postar um comentário