terça-feira, 6 de dezembro de 2016

URUMBEBA (Nopalea coccinilifera) fígado e estômago.

URUMBEBA (Nopalea coccinilifera) fígado e estômago.

998 URUMBEBA (Nopalea coccinilifera)
Família: Cactáceas.
Sinonímia: Caachabi, nopal.
Características: Cactácea de flores vermelhas. O fruto presta-se para fazer doces saborosos.
Habitat: Estados do Nordeste.
Valor terapêutico:
O decocto do fruto, que é mucilaginoso, é bom para combater
as afecções do fígado e do estômago.



segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

URUCU (Bixa orellana) expectorantes

URUCU (Bixa orellana) expectorantes

997 URUCU (Bixa orellana)
Família: Bixáceas.
Sinonímia: Urucuuba.
Outros idiomas: Achiote (Peru), Achote, Bija, Onoto (Venezuela).
Características: Arbusto que cresce até 5 metros de altura.
Tronco reto, dividido em ramos, que formam uma copa.
Folhas alternas, pecioladas, cordiformes, acuminadas.
Fruto: cápsula coberta de espinhos, de 2 cm, contendo muitas sementes vermelhas, envoltas numa massa da mesma cor, das quais se faz um pó vermelho e condimento-so, chamado colorau, muito usado na arte culinária.
Valor terapêutico:
As sementes do urucu são expectorantes nas moléstias do peito.
São recomendadas para diversas afecções do coração: cardite, endocardite, pericardite, etc. A tinta do urucu é usada como antídoto do ácido prússico, veneno da mandioca.
Parte usada: Sementes, em infusão.




domingo, 4 de dezembro de 2016

URUBUCAÁ (Aristolochia trilobata) antidiarréica

URUBUCAÁ (Aristolochia trilobata) antidiarréica

996 URUBUCAÁ (Aristolochia trilobata)
Família: Aristoloquiáceas.
Sinonímia: Calunga, capa-homem, mil-homená, papo-de-peru, jar-rinha, angelicó.
Características: Ver angelicó. O urubucaá tem, toda a planta, um cheiro
aliáceo-canforado muito forte, e um sabor amargo e nauseabundo.
Valor terapêutico:
A raiz, amarga, é tônica, febrífuga, estimulante, emenagoga, antidiarréica.
Usám-se 2 a 5 gramas por dia, em decocção.
Em dose elevada provoca náuseas, dejeções e perturbações cerebrais.
Por ser energicamente abortiva, as gestantes não devem fazer uso dessa planta.
Externamente emprega-se a raiz, em pó, nas úlceras crônicas e nos lupos.
O decocto da raiz (25 a 50:1000) tem aplicação contra a orquite,
a sarna e as úlceras.



sábado, 3 de dezembro de 2016

URTIGÃO (Urera baccifera) contra a leucorréia.

URTIGÃO (Urera baccifera) contra a leucorréia.

994 URTIGÃO (Urera baccifera)
Família: Urticáceas.
Sinonímia: Cansanção (Amazônia).
Características: Arbusto grande.
Caule e ramos aculeados.
Folhas cobertas de pêlos urticantes na face inferior.
Flores brancas ou róseas.
Fruto branco ou róseo.
Valor terapêutico:
O decocto da raiz é bom remédio contra a leucorréia.
O decocto das folhas presta-se para os mesmos fins, sendo, além disso,
eficaz contra a anúria e disúria.
Partes usadas: Raiz e folhas, em decocção.

URTIGÃO (Urera subpeltata)

995 URTIGÃO (Urera subpeltata)
Família: Urticáceas.
Sinonímia: Cansanção-verdadeiro, cansação-de-folha-grande.
Característica: Arbusto.
Habitat: Medra nos Estados do Norte.
Valor terapêutico:
A raiz, em decocção, tem propriedades tônicas, eupépticas,
diuréticas e antifebris.



sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

URTIGA-MORTA (Mercurialis annua) emoliente, laxante e vermífuga.

URTIGA-MORTA (Mercurialis annua) emoliente, laxante e vermífuga.

992 URTIGA-MORTA (Mercurialis annua)
Família: Euforbiáceas.
Sinonímia: Mercurial.
Características: Planta herbácea.
Haste angulosa, quadrangular.
Folhas opostas, pecioladas, oval-lanceoladas, serreadas.
Flores miúdas, dispostas em espigas alongadas.
Habitat: Nos campos cultivados e em torno das habitações.

Valor terapêutico:
É uma planta emoliente, laxante e vermífuga.
Deve empregar-se somente a erva fresca, de que se usa o suco espremido, o decocto e o melito.


URTIGA-VERMELHA (Urtica urens, Urtica minor, Urtica scalpa)

993 URTIGA-VERMELHA (Urtica urens, Urtica minor, Urtica scalpa)
Família: Urticáceas.
Sinonímia: Urtiga-da-miúda.
Características: Haste vermelha.
Folhas alternas ou opostas e dotadas de estipulas. O pecíolo, também vermelho, sustenta um limbo oval ou elíptico, peninervado, fortemente serreado, crespo, pubescen-te. Fíores unissexuadas, monóicas, reunidas em cachos axiais.
Valor terapêutico:
As folhas bem tenras, das extremidades, misturadas com outras ervas, são usadas em saladas ou guisados para estimular as funções digestivas, facilitar a secreção urinária (na hidropisia), ajudar no tratamento da diabete e da anemia.
Em saladas, ensopados, chás, sucos, a urtiga age poderosamente como depurativa do sangue, pelo que se usa nas afecções da pele, gota, reumatismo, etc.
É um bom remédio contra os cálculos renais.
Aumenta a secreção do leite das mulheres que amamentam.
É preciso tomar cuidado com os espinhos da urtiga, ao apanhar suas folhas.
Depois de colhidas as folhas, os próprios espinhos ficam murchos, inofensivos.
Parte usada: Toda a planta, fresca e florida.
Dose: 20 gramas para 1 litro de água; 4 a 5 xícaras por dia.




quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

URTIGA-BRAVA (Urera caracasana) nas afecções pulmonares

URTIGA-BRAVA (Urera caracasana) nas afecções pulmonares

989 URTIGA-BRAVA (Urera caracasana)
Família: Urticáceas.
Sinonímia: Cansanção (Amazônia), Caracasana.
Outro idioma: Caracasana (Venezuela).
Cacterísticas: Arbusto grande.
Haste aculeada.
Ramos novos cobertos de pêlos urticantes.
Fruto avermelhado.
Habitat: Amazônia.
Valor terapêutico:
Usa-se nas afecções pulmonares (infuso das folhas), na sífilis (infuso da casca),
nas moléstias do Baixo Amazonas (decocto das folhas).

URTIGA-CANSANÇÃO (Cnidosculus pruriginosus)

990 URTIGA-CANSANÇÃO (Cnidosculus pruriginosus)
Família: Eurforbiáceas.
Sinonímia: Urtiga-de-mamão.
Características: Planta herbácea-arbustiva.
Caule verde, dotado de pêlos longos, duros e urentes ao toque.
Folhas palmadas (cinco lobos), longipecioladas.
Flores brancas, como jasmins, em cachi-nhos.
Fruto: Noz capsular, espinhosa.
Valor terapêutico:
Toda a planta, machucada, exsuda um leite que, embebido num pano, se aplica nas partes afetadas, em caso de erisipela.
Triturada e aplicada sobre as frontes, em forma de emplastro, a urtiga-cansanção tem efeito soporífero.

URTIGA-DA BAHIA (Pelea muscosa)

991 URTIGA-DA BAHIA (Pelea muscosa)
Família: Urticáceas.
Característica: Erva arbustiva.
Valor terapêutico:
Recomenda-se tanto o decocto como o suco fresco desta planta,
por suas propriedades febrífugas e diuréticas.